Câncer de intestino: a importância da prevenção

CANCER DE ESTOMAGO

Você sabia que o câncer de intestino é um dos tipos de câncer mais comuns no Brasil?
De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são estimados mais de 40 mil novos casos de câncer de intestino por ano. Felizmente a doença é tratável e, quando detectada precocemente, possui grandes chances de cura.

O que é?

O câncer de intestino compreende os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso (chamada cólon), no reto e no ânus. É conhecido também como câncer de cólon e reto ou câncer colorretal.

Esses tumores se originam a partir de pólipos, lesões caracterizadas por um crescimento de tecido de forma anormal, que fica alojado em paredes dos órgãos, como a do intestino ou do reto. Por isso, é recomendado que homens e mulheres façam o acompanhamento com um médico coloproctologista, principalmente pacientes com mais de 45 anos e histórico de doenças na família. Assim, é possível identificar os pólipos, retirá-los e acompanhar possíveis evoluções do problema antes que se tornem tumores.


Fatores de risco do câncer de intestino

É importante ficar atento aos principais fatores de risco do câncer de intestino: 

  • Ter mais de 45 anos
  • Estar acima do peso
  • Manter uma alimentação não saudável (uma dieta pobre em fibras, vegetais e fruta, e rica em carnes vermelhas e processadas)
  • Fumar 
  • Consumir de álcool em excesso
  • Possuir doenças inflamatórias do intestino
  • Possui histórico da doença na família
  • Ter sido exposto à radiação ionizante

Prevenção do câncer de intestino

A adoção de hábitos saudáveis, como praticar atividades físicas e manter o peso adequado podem ajudar a reduzir o risco do desenvolvimento de câncer de intestino, assim como deixar de fumar e moderar o consumo de álcool. A alimentação também possui um papel importante para a prevenção: ter uma dieta saudável, rica em fibras e com poucos alimentos processados é benéfico para a saúde 

Diagnóstico precoce

Além de hábitos saudáveis, outra estratégia no combate à doença é a detecção precoce. Como explicado acima, os pólipos que sofrem uma evolução e se tornam tumores correspondem a um grande número de casos de câncer de intestino. Estes tumores poderiam ser evitáveis com a realização de acompanhamento médico e exames. Assim, uma das medidas para prevenção da doença é a realização do exame de colonoscopia a partir dos 45 anos. Em caso de histórico de doença na família, informe seu médico, pois o exame deve ser incluído mais cedo na rotina.

Sinais e sintomas do câncer de intestino 

  • Presença de sangue nas fezes
  • Desconforto abdominal
  • Alteração no hábito intestinal
  • Fraqueza e anemia
  • Perda de peso sem causa aparente
  • Alteração na forma das fezes
  • Sensação de evacuação incompleta
  • Crescimento de massa abdominal

É importante lembrar que, em estágios iniciais, a doença muitas vezes é assintomática. Dessa forma, a mudança de hábitos e a realização de exames de rastreamento são importantes fatores para o combate do câncer de intestino. 


Mantenha o acompanhamento médico, faça seus exames e previna-se! 

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Previna-se e faça revisões periódicas

Lembre-se de agendar consultas preventivas com seu médico. Isso é importante pois pode evitar problemas maiores e garantir qualidade de vida.

Contato

Agende sua consulta

Entre em contato conosco para agendar sua consulta. Após o agendamento, entraremos em contato confirmando a disponibilidade de agenda.